terça-feira, 2 de agosto de 2011

someone, something.


O teu olhar consome-me e leva-me a um lugar onde nunca estive. O teu ar desapegado e desprovido do mundo atrai-me a ti, como se não conseguisse olhar para mais ninguém. E quando te toco na face, mostras-me um meio-sorriso que já há muito eu conhecia dos meus sonhos. O facto de me pareceres diferente de todas as outras pessoas faz-me ter ainda mais vontade de estar abraçada a ti, num para sempre infinito, onde ninguém mais conseguiria penetrar no nosso vínculo afectivo.
Aos olhos da maior parte das pessoas és invisível, mas aos meus não. Existe algo, um algo que não faço a mínima ideia do que seja que me faz sempre olhar para ti, como se fosses um Deus apenas meu. Talvez seja uma relação destas que eu necessite. Talvez seja de ti. Pode ser uma loucura, até porque tu não existes realmente. Mas seres assim, um ser um pouco à deriva, demasiado preocupado e... estranho, faz com que eu seja tua seguidora. Como se existisse algo que me começasse a ligar a ti ao longo do tempo e eu nem desse conta. E agora torno-me, tal como tu, invisível aos olhos dos outros; e assim ninguém nos nota, ninguém se apercebe da nossa existência. E é isso necessário? Não. Se te tenho a ti, que mais hei-de eu pedir?

17 comentários:

  1. Ainda bem que gostaste. Brevemente, a continuação :b

    ResponderEliminar
  2. não mor, xkulpa.
    só quero que saibas que és muito linda. beijos amo-te

    ResponderEliminar
  3. Eu sei pequenina, isso sei mas quero-te feliz e que o sejas, entendes-me? Muito obrigada <3

    ResponderEliminar
  4. Olaa :D tudo bem ?
    Adorei o teu blog
    Podes divulgar o meu blog ? comentar e dar openioes ?
    Venho sempre visitar e comentar o teu blog ;)

    bjs !

    ResponderEliminar
  5. Olá querida :)
    Como seguidora do teu blog, venho apenas dizer-te que me "mudei", agora podes me encontrar aqui: anamiguelb.blogspot.com

    Espero que sigas e que gostes, beijinhos grandes, Ana Miguel.

    Ps- que texto lindo <3

    ResponderEliminar