domingo, 28 de agosto de 2011

fear of losing

O meu maior defeito é ter medo. Não digo que seja o pior, mas é o que mais atenua todo o meu corpo. Sinto-o apertar-me as entranhas e encher-me os olhos de lágrimas, empurrando-as para fora sem qualquer pudor. Ele toma conta de mim como se fosse minha mãe, não me dando espaço para me mexer ou tomar as minhas próprias decisões; por vezes, é como um monstro que está dentro de mim e que me obriga a fazer aquilo que não quero. E o meu maior medo é perder-te: deixar de saber de ti e dos teus, de nós e do que fomos, como se tivesse queimado o livro da nossa história que ainda nem sequer acabou de ser escrito. Por ser o meu maior medo, faz também parte dos meus pesadelos, aqueles que me assolam o juízo durante as noites em que não consigo controlar os sonhos e que me mostram um possível caminho da minha vida - o qual tenho evitado durante toda a minha vida, e assim continuará a ser. Se algum dia, quando a idade já tiver avançado, eu esquecer que alguma vez persististe na minha vida, esse terá sido o último. Posso perdurar mais meses e anos, mas a partir daí, já nada fará sentido, e eu não saberei porquê. Mas ter-te-ei sempre guardado num cantinho do meu ente, na gaveta dos fundos em que ninguém toca e que poucos sabem que existe, nunca lhe remexendo ou retirando-lhe coisas, visto que todos os pormenores que lá estão são importantes e fazem parte de tudo o que passámos e iremos passar. Mas de morrer não tenho medo, porque saberei que lá não terei de ter medo de absolutamente nada.

15 comentários:

  1. todos nós temos medo. apenas temos que controlar as nossas emoções. adorei :)

    ResponderEliminar
  2. Todos nós temos medo de alguma coisa, é natural. Mas, cabe-nos a nós tentar controlar as nossas emoções, de modo a conseguir viver com isso.
    Gostei muito do texto, disseste tudo muito bem.

    ResponderEliminar
  3. que texto perfeito, com um som aterrador, brutal xD

    ResponderEliminar
  4. Obrigada fabi* ♥

    Está tão bonito, adorei. Não deixes mais que esse medo te faça o que faz. Não permitas que um dia te coma. Cuida de ti!

    ResponderEliminar
  5. ter medo não é defeito querida. o defeito é deixar que ele nos controle.

    ResponderEliminar
  6. esquecer não princesa, pq se esquecer sei que irei cometer o mesmo erro no futuro e isso nunca poderá acontecer. ele foi o primeiro grande amor da minha vida e vou sempre manter-me ligada a ele (: obrigada (:

    ResponderEliminar
  7. é verdade querida, esse livro que andas a ler é interessante?

    ResponderEliminar
  8. não podemos simplesmente ter medo do que nos rodeia e agarrar os nossos braços, encostar a cabeça nos joelhos e espreitar com olhos de crocodilo o que está a nossa volta. temos sim que pensar no que vamos fazer para superar essa barreira ou diminui-la - força

    ResponderEliminar
  9. peço desculpa por enviar em anonimo, mas não estou a conseguir comentar com a minha conta

    http://aprendoaser.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  10. todos temos medo, não é?
    tenho saudades tuas linda :/

    ResponderEliminar
  11. dizem que o medo é o maior inimigo do amor, mas eu acho que não é só do amor, é de tudo na vida. quando tens medo não fazes, vais adiando...



    fabi, estou noutro cantinho: http://nada-se-repete.blogspot.com/

    ResponderEliminar